Copa América de 1989

Enquanto todos na Europa estão acompanhando atentamente o Euro 2020, em um canto mais distante do globo, a Copa América está em andamento.

Esse torneio é considerado a competição continental mais antiga entre seleções nacionais do mundo. Sua primeira edição aconteceu em 1916, enquanto a Copa das Nações Africanas estreou somente em 1957 e o primeiro Campeonato Europeu não aconteceu até 1960.


A Copa é disputada entre os 10 países da CONMEBOL: Argentina, Bolívia, Brasil, Chile, Colômbia, Equador, Paraguai, Peru, Uruguai e Venezuela.

Copa América de 1989. O que aconteceu:

Entre as todas as partidas, a mais emocionantes foi a final de 1989. O Brasil venceu o Uruguai por 1×0 com um gol de Romário. A partida aconteceu no Rio de Janeiro, no estádio Maracanã, diante de uma multidão de 170.000 pessoas, um recorde histórico entre todos os torneios.

Em 1989, o formato Copa América havia sofrido algumas alterações. Na primeira etapa, as dez equipes nacionais foram divididas em dois grupos de cinco. Após quatro rodadas de jogos, as duas primeiras equipes de cada grupo avançaram para compor o quarteto final, com o vencedor decidido em formato de todos contra todos.


Na Copa América de 89 não havia outra equipe igual à seleção brasileira, graças aos esforços dos magníficos Bebeto e Romário, ela eliminou todos os adversários (2×0 contra a Argentina, 3×0 contra o Paraguai e 1×0 contra o Uruguai, que ficou com a prata), ficando em primeiro lugar com seis pontos (2 pontos por vitória).

Bebeto


O artilheiro da Copa América de 89 foi o brasileiro Bebeto, do Vasco da Gama, que marcou seis gols. O uruguaio Ruben Sosa (que foi eleito o melhor jogador do torneio) e, inesperadamente, o venezuelano Carlos Maldonado, do Atlético Tachira, marcaram quatro gols cada. Maldonado marcou todos os gols do seu time.

Copa
Além disso, o colombiano René Higuita se tornou o primeiro goleiro a marcar um gol na Copa América de 1989. Ele conseguiu isso na partida da fase de grupos entre Colômbia e Venezuela (4×2).

Rene Higuita


El Loco confiantemente marcou um pênalti aos 36 minutos.

Os artilheiros da história da Copa América

Os maiores goleadores da história da Copa América são o argentino Norberto Mendez e o brasileiro Zizinho, que marcaram 17 gols cada. O uruguaio Severino Varela e o peruano Teodoro Fernandez marcaram 15 gols cada. Entre os que jogam hoje, Lionel Messi tem a melhor contagem com dez gols.


Quer ganhar dinheiro com apostas em futebol? Você quer se divertir e se divertir? Jogue conosco!